Pensamento Solto
“Meus pensamentos são as estrelas que eu não consigo arrumar em constelações.”
— A Culpa é das Estrelas.

Hello, my name is Ruth. I am Brazilian. I am 19 years old.
»
.
Com o tempo a gente aprende que atenção, carinho e blush tem que ser na medida certa. Se não, a gente acaba de palhaça.”
Tati Bernardi. (via acalmas)

Valorize quem permanece ao seu lado. - Ruth Duarte

A gente tem que aprender a olhar o mais bonito, o CORAÇÃO; aprender a a olhar a vontade sincera, escrita nos olhos: quero te fazer feliz, te amar de coração. - Ruth Duarte

Xô tristeza! Porque aqui o que é ruim não tem vez! 
- Ruth Duarte (Pensamento Solto - Tumblr)

E se amar é uma decisão, que a gente decida assim andar, lado a lado, por toda a vida. - Ruth Duarte

E que a gente não pense duas vezes ao optar por ser FELIZ. Mais feliz de verdade. - Ruth Duarte 

10/10/10 e o paradoxo das escolhas

Toda escolha é imperfeita.

E essa é uma de nossas maiores crises, porque é difícil optar. As escolhas são imperfeitas porque é impossível medir seu impacto, porque o impacto de uma escolha depende do resultado de uma escolha, que só é percebido depois que a escolha foi feita.

Ou seja, é impossível saber o resultado sem optar por aquilo que te angustia em primeiro lugar.

Filosófico. Mas como lidar com isso?

Durante a vida, as escolhas são diárias. Desde aquelas mais simples (“hum, será que vale a pena dormir mais 5 minutos?”) até as mais complexas (“será que caso ou compro um volkswagen?”).

As escolhas mais complexas, por paradoxal que seja, tendem a ser muito mais tranquilas de serem tomadas, porque são pensadas, ponderadas, consideradas calmamente. Mas quando falamos de pequenas escolhas – fazer agora ou daqui a uma semana, trocar um móvel de lugar, estudar uma disciplina ou outra – as coisas ficam mais difíceis porque não nos damos ao luxo de pensar nas implicações. Além disso, o futuro é incerto e nebuloso.

Lendo o livro Decisive, de Chip Heath e Dan Heath (uma obra que fala sobre escolhas, e como fazê-las de forma melhor), deparei-me com o método 10/10/10.

A questão é simples: sempre que você se deparar com uma escolha difícil de ser feita, pense em termos de 10/10/10: como você vai se sentir em relação à sua decisão daqui a 10 minutos? Como você vai se sentir daqui a 10 meses? Como você vai se sentir daqui a 10 anos?

A ideia não é que esse sistema seja nenhum tipo de panaceia, resposta a todos os seus problemas. Mas é uma forma de pesar diferente sobre aquilo que se passa em sua vida, e como advogamos por aqui, de procurar manter uma vida consciente.

- Fernando Mesquita

Falar sem aspas, amar sem interrogação, sonhar com reticências, viver sem ponto final.”
Charles Chaplin    (via renascendo)